imagem - Friburguense Atlético Clube

06/11/2017 - Retorno Tricolor

Friburguense retoma treinos de olho em 2018

Como é de costume, o Friburguense sai na frente no quesito planejamento e já começa a olhar o ano de 2018 com carinho. Mesmo sem uma definição sobre quando voltará a jogar oficialmente, o Tricolor da Serra inicia nesta semana a sua preparação para a próxima temporada, quando o principal objetivo será voltar á elite do Campeonato Carioca, lugar onde se acostumou a estar nos últimos 20 anos. Enquanto os treinos recomeçam, a direção do clube age nos bastidores para melhorar a estrutura de trabalho e financeira.

"A falta de calendário é o maior problema, e ainda temos uma Copa do Mundo no meio do ano que vem. Ainda não tem uma data definida para o arbitral, mas o fato é que antes de terminar a série A, em abril, a segunda divisão não começa. Então a competição pode começar no final de abril, parando em maio e retornado após a Copa ou iniciar somente depois do Mundial. Vamos definir algumas ações, como uma maior divulgação do sócio torcedor a partir de janeiro. É o caminho que temos. Estamos buscando renovações de contrato e alternativas de gestão, com investimentos ainda maiores na base e criação de receitas”, explica o gerente de futebol José Siqueira.


Friburguense inicia trabalho nesta terça já viando a temporada de 2018

A partir desta terça-feira, 7, um grupo considerável de jogadores volta à rotina de treinamentos no estádio Eduardo Guinle. Atletas como Afonso, Bruno, Rafael, Sergio Gomes, Bidu, Ziquinha, Lucas, Gleison e Gabriel, que deverão compor a espinha dorsal do clube em 2018, se juntam a atletas recém promovidos da base para começar o trabalho. Quanto ao zagueiro Cadão, ainda em fase final de recuperação, um trabalho com bola será iniciado nos próximos dias. O capitão tricolor provavelmente estará à disposição para contribuir na tentativa de retornar à elite do futebol carioca.

"Muita gente questiona sobre a manutenção desses atletas, mas temos exemplos claros. Esses jogos em que levamos viradas em casa, como contra America e Itaboraí, com Cadão e Sergio em campo não perderíamos nunca. Eles são importantes com a experiência deles. Apesar dos questionamentos, basta parar, observar e perceber que o Friburguense muda demais de um campeonato para outro", afirma o dirigente.

A ideia é mantê-los em atividades, e montar uma equipe que dispute amistosos com os times que disputarão a primeira divisão estadual a partir de dezembro (quando começa a Seletiva). Reforços mais tarimbados serão contratados posteriormente, em período mais próximo ao das competições. Ainda também não há definições sobre o comando técnico, algo que deve ser melhor estudado e resolvido em breve pela direção tricolor.

"Temos um grupo de jogadores para fazer uma manutenção. Vamos pegar o gancho da seletiva, do Estadual e da busca por amistosos por essas equipes que irão participar. Vamos mesclar os atletas do grupo principal com os juniores, que foram bem no Estadual, mesmo sendo a Série B"m conclui Siqueirinha.

Autor: Vinicius Gastin

voltar topo

imagem - Publicidade

imagem - patrocinadores

imagem - Publicidade imagem - Publicidade imagem - Publicidade

webdesign | www.friwebdesign.com.br