imagem - Friburguense Atlético Clube

14/02/2016 - Mais três na conta

Frizão bate a Cabofriense por 2x0 no Eduardo Guinle

O Friburguense reencontrou o caminho das vitórias no campeonato carioca ao bater a Cabofriense na tarde deste domingo, 14, no estádio Eduardo Guinle. O Tricolor da Serra teve novidades, como a estreia do garoto Maycon, mas foi a categoria de Romulo e a habilidade de Gleison que fizeram a diferença para anotar o 2x0 no placar. Melhor na partida na maior parte do tempo, o Frizão ainda desperdiçou um pênalti na etapa final. No próximo domingo, 21, o Friburguense viaja para enfrentar o Resende, às 16h, no estádio do Trabalhador.


Romulo marcou o gol que abriu caminho para a vitória tricolor

Além de Gleison na vaga de Jefinho, Gerson Andreotti lançou o jovem Maycon, de apenas 19 anos, destaque tricolor na campanha do vice-campeonato do Torneio OPG de 2015. O garoto incomodou a defesa rival em vários momentos, mas foi através da visão de jogo de Jorge Luiz e a categoria de Romulo para tocar por cima do goleiro que o Frizão abriu o marcador, aos 15 minutos. Com muita disposição, o Friburguense adiantou a marcação, passou a forçar o erro do adversário na saída de bola e retomou as rédeas do jogo.

A movimentação de Maycon voltou a fazer diferença aos 31, e uma nova finalização ao gol arrancou aplausos da torcida tricolor nas arquibancadas. Pouco depois, o camisa 11 voltou a testar Andrey, que caiu no canto e espalmou o chute cruzado para escanteio. Era o último ato do garoto, que passou mal e foi substituído por Ziquinha ainda antes do intervalo.


Seguro como de costume, capitão Cadão comandou a defesa friburguense

Apenas Eduardo Húngaro mexeu no intervalo, na tentativa de tornar o time da Cabofriense mais ofensivo. O Friburguense, com a mesma formação que terminou o primeiro tempo, manteve a pegada e a qualidade para chegar ao ataque. O time de Cabo Frio ficou mais tempo com a bola dominada. Contudo, o Friburguense foi mais eficiente quando chegou ao ataque, e aos 17 minutos, Jorge Luiz foi derrubado na grande área. Diego Guerra cobrou, e Andrey caiu no canto para defender.  

Se a Cabofriense teve uma falta perigosa para cobrar e forçou Afonso a trabalhar com segurança, o Tricolor da Serra quase ampliou na sequência na cabeçada de Romulo. Para furar a marcação, que era intensa de ambos os lados, faltava um toque de qualidade. E ele surgiu dos pés de Gleison, que aos 28 minutos dominou na grande área, cortou a marcação de dois adversários com a perna direita e bateu firme de canhota para balançar as redes. O Friburguense controlou o restante da partida, foi firme na marcação e garantiu a conquista de mais três pontos no estadual.


Jovem Maycon fez a estreia como titular entre os profissionais

Ficha Técnica

2x0

Campeonato Carioca 2016
4ª rodada
14/02/2016 - 17h
Estádio Eduardo Guinle, Nova Friburgo - RJ
Renda: R$ 4.960,00
Público: 381 pagantes / 471 presentes

Árbitro: João Ennio Sobral
Assistentes: Carlos Henrique de Souza e Wallace Santos

Friburguense: Afonso; Ronaldo (Sergio Gomes), Cadão (Pierre), Diego Guerra e Flavinho; Bidu, Vitinho, Jorge Luiz e Gleison; Romulo e Maycon (Ziquinha).

Técnico: Gerson Andreotti

Cabofriense: Andrey, Julio Lopes, Raphael Andrade, Leandro Euzébio (Marquinhos), Juliano, Leandro, Gilson, Franco, Pedro (Keninha), Carlinhos e Wendel (Charles Chad).

Técnico: Eduardo Húngaro

Autor: Vinicius Gastin

voltar topo

imagem - Publicidade

imagem - patrocinadores

imagem - Publicidade imagem - Publicidade imagem - Publicidade

webdesign | www.friwebdesign.com.br